Cartas filosófico-epistemológicas da Ciência da Informação

PROJETO: EPISTEMOLOGIA HISTÓRICA DA CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO: dos fundamentos filosóficos da linguagem à teoria crítica da classificação

Pesquisadora: Isabelle Nunes (UNIRIO)

Supervisão: Gustavo Saldanha (IBICT - UNIRIO)

Financiamento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

fundo_cartas.JPG

Método

O projeto

A pesquisa coloca em evidência duas grandes dimensões: a) a relevância da filosofia da linguagem na conformação epistemológica da Ciência da Informação (CI) que incide na Organização do Conhecimento (OC); b) a estrutura crítica aberta pela pragmática e pelos desafios sociais e culturais da interpretação do mundo propiciada pelas lentes teóricas e metodológicas da OC. A questão de pesquisa que se apresenta é: como podemos reconhecer os dilemas filosóficos históricos e o desenvolvimento sociocrítico contemporâneo da Organização do Conhecimento, no escopo da Ciência da Informação, a partir de uma epistemologia histórica? A hipótese central do projeto pressupõe a fundamentação da linguagem como estrutura histórica da configuração das futuras abordagens sociocríticas da OC dentro da CI. Os objetivos de investigação são: a) Objetivo geral: Constituir uma reflexão filosófica e epistemológica, sob a base da historicidade das ciências humanas e sociais, com foco na compreensão dos dilemas da Organização do Conhecimento no escopo da Ciência da Informação; b) Objetivos específicos: Identificar sob a interpretação crítica os pressupostos epistemológico-históricos da OC; Reconhecer as principais tentativas de constituição de teorias diacrônicas e teorias sincrônicas da OC; Discutir os fundamentos da filosofia da linguagem e sua relação com a construção da OC no escopo da CI; Interpretar os pressupostos centrais da filosofia da linguagem, e seus desdobramentos em teorias sociais e culturais, no processo de construção de uma teoria geral da CI; Discutir as condições simbólico-dialéticas de desenvolvimento de uma teoria crítica da OC no plano aplicado. O marco teórico estrutural do projeto está ancorado em quatro grandes dimensões, a) relação entre epistemologia da CI e a pluralidade teórica da OC (esta fundamentada centralmente a partir dos estudos de Birger Hjørland), b) a fundamentação epistemológica e a constituição institucional de uma dada "organização do conhecimento" no contexto internacional e sua repercussão no Brasil, a partir centralmente da obra de Ingetraut Dahlberg; c) a influência da plataforma da filosofia da linguagem sob os construtos epistemológicos tanto da CI como da OC em suas mais diferentes configurações teóricas e aplicadas; d) o desenvolvimento na CI, a partir da OC, de uma teoria crítica dos gestos classificatórios, interligando as condições simbólico-dialéticas, permitindo o reencontro de estruturas históricas e contemporâneas de abordagens da CI. Os procedimentos metodológicos são sustentados pela abordagem metodológica do filósofo austríaco Ludwig Wittgenstein o aporte principal. O método específico selecionado, retirado do pensamento do filósofo, é a "apresentação panorâmica". A operacionalização das etapas de coleta da pesquisa se dá a partir de três perspectivas metodológicas: bibliográfica e teórico-conceitual. O passo inicial do projeto se dá a partir da identificação, do cotejamento e do estudo de fontes bibliográficas referentes aos domínios da epistemologia histórica da OC no escopo da CI e de sua epistemologia contemporânea. A segunda etapa foca-se no estudo da reflexão sobre o nascimento, sob a plataforma da filosofia da linguagem, dos conceitos em seu movimento de emancipação, de apagamento e de permanência no campo. O corpus estrutural será retirado as principais bases de dados que repercutem a produção epistemológica da CI e da OC no Brasil e no plano internacional. Os resultados esperados respondem por produtos teórico-reflexivos e produtos sociorreflexivos.

Procedimentos metodológicos

Quanto aos procedimentos metodológicos, nesta pesquisa foi desenvolvido levantamento de material bibliográfico referente ao tema. Levantamento bibliográfico consiste em realizar uma ampla pesquisa em bases de dados nacionais e internacionais, periódicos eletrônicos, acervos de bibliotecas e Web, tendo como objetivo situar o pesquisador quanto ao assunto escolhido, fazendo uma revisão de literatura nas bases de dados, para localização de outros trabalhos já publicados na área. 

A investigação foi realizada nas seguintes bases de dados:

  • Library, Information Science & Technology Abstracts (LISTA/EBSCO);

  • Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD IBICT);

  • Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (BRAPCI);

  • Repositório IIBI UNAM;

  • CAIRN.INFO;

  • Library & Information Science Abstracts (LISA);

  • Networked Digital Library of Theses and Dissertations (NDLTD).

 

Os dados apresentados na linha do tempo são referentes apenas aos resultados da pesquisa na BRAPCI. Foram utilizados oito descritores na pesquisa, combinados com o descritor “Ciência da Informação”, são eles:

 

  • Filosofia

  • Teoria social

  • Epistemologia  

  • Teoria 

  • Teoria da cultura

  • Teoria crítica

  • Teoria do conhecimento

  • Teoria política

 

O resultado foi compilado e está sendo gerenciado pelo programa Zotero, um software gerenciador de referências em software livre e de código aberto que serve para gerenciar dados bibliográficos e materiais relacionados a pesquisa (como PDFs).

 

Foram 1651 publicações encontradas nas bases de dados, do qual 513 são da BRAPCI, ao dividir o resultado da busca na BRAPCI, é possível observar que a maior parte das publicações estão relacionadas com o termo “Epistemologia”, com 209 publicações, seguido de “Teoria”, com 197 trabalhos, “Filosofia”, com 54, “Teoria crítica”, 26, “Teoria social”, 15, “Teoria do conhecimento” e “Teoria política”, ambas com 6 publicações, e “Teoria da cultura” apresentando nenhum resultado.

 

Os dados citados podem ser encontrados, acima, na linha do tempo, separados pelo ano de publicação.