cAP

URR

IAN

AS

D

Dimensão digital

Espécie de sobreposição entre o real e o ciber ou espectral no sentido de que as coisas podem ser feitas no ciberespaço, que não são nem puramente do tipo do real "como" nem do espectral "como se".

Tradição filosófica: Filosofia da técnica. 

Corrente epistemológica: Hermenêutica ; Filosofia da Linguagem

Fonte: CAPURRO, Rafael. Ethical aspects of digital libraries. In: INTERNATIONAL CONFERENCE ON CONCEPTIONS OF LIBRARY AND INFORMATION SCIENCE, 3., 1999, Dubrovnik (croácia). Anais... . Zagreb, Lokve: T. Aparac, T. Saracevic, P. Ingwersen, P. Vakkari, 1999. p. 39 - 53. Disponível em: <http://www.capurro.de/diglib.htm>. Acesso em: 30 abr. 2017

Please reload

E

Existência

Nosso modo de ser é, de acordo com a hermenêutica, diferente da de outros seres que conhecemos (por exemplo, animais, máquinas). O termo existência é um indicador dessa diferença, enfatizando a sensação de estar fora (ek-). Isto - “estar fora” - é originalmente um ser-fora-com-os-outros. Existir significa, para os seres humanos, o ser jogado num mundo de possibilidades e com capacidades hermenêuticas de conceber e não-conceber, não só os próprios projetos, mas também a natureza dos projetos alheios e das coisas.

 

Tradição filosófica: Filosofia da Existência.

 

Corrente epistemológica: Hermenêutica.

 

Fonte: CAPURRO, Rafael. What is Information Science for? a philosophical reflection In: VAKKARI, P.; CRONIN, B. (Ed.). Conceptions of Library and Information Science: historical, empirical and theoretical perspectives. London, Los Angeles: Taylor Graham,1992. p. 82-96.

Ética intercultural da informação

Modelo ético que visa não só resolver problemas práticos comuns quando utilizamos a tecnologia da informação, mas também a tentar compreender como nos tornamos quem somos e o que se passa com nós mesmos e as casas em que vivemos neste novo ambiente digital e global.

Tradição filosófica: Filosofia da informação ; Ética  

Corrente epistemológica: Teoria da moral ; Ética Intercultural da informação.

Fonte: CAPURRO, Rafael. Privacy: An Intercultural Perspective. Ethics and Information Technology, v. 7, n. 1, p. 37-47, 2005.

Please reload

F

Fusão de horizontes

No contexto do círculo hermenêutico, segundo Gadamer, a fusão de horizontes representa o processo dinâmico de compreensão em que declarações são consideradas como respostas a perguntas. Perguntas surgem dentro de uma pré-compreensão que é em si o resultado de se ter feito perguntas, e assim por diante. Assim, a dinâmica do processo de interpretação tem suas raízes em uma atitude socrática de questionamento. Essa atitude está existencialmente fundamentada no fato de que estamos inseridos num mundo já estruturado (situação histórica, cultura, linguagem etc.), confrontados ao mesmo tempo com um campo aberto de possibilidades, isto é, com um quadro aberto ou um horizonte.

Tradição filosófica: Filosofia da linguagem. 

Corrente epistemológica: Hermenêutica.

Fonte: CAPURRO, Rafael. Hermeneutics and the Phenomenon of Information. In: Carl Mitcham, ed.: Metaphysics, Epistemology, and Technology. Research in Philosophy and Technology. Vol. 19, JAI/Elsevier Inc. 2000, pp. 79-85.

Please reload

© ECCE LIBER - Ateliê de SocioInovação (aSi) - 2017

CENACIN - IBICT

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • Google+ - Black Circle

CAPES - CNPq - FAPerj